Arquivo da tag: história do blog

“Podi’ por na bunda? Wtf, Isadora? Não sabe escrever? É “pode”, porra.

Então, graças a um número meio chato de pessoas que perguntou porque diabos o nome do blog é “podipornabunda?” e não “podepornabunda?”, cá estou eu, para explicar essa incrível e fascinante história. (Vocês sabem que é mentira, que a história é idiota e vão achar que eu devia ter mantido o ~mistério~ por trás do nome, né?)

Well, em 2008 o blog nasceu. Ele nasceu da falta do que fazer desta que vos fala, em conjunto com o Shiko, enquanto os dois assistiam vídeos da Maisa (lembram dela? Ela já foi amada por ser tão… Criança. Criança em rede nacional. Mas agora já deu o que tinha que dar e nem minha vó, telespectadora ávida do Silvio, aguenta a pequena-prodígio-pé-no-saco-que-rouba-perucas) e seguiu-se uma conversa assim:

– NOOOOSSA, SHIKO, ESSA MAISA É MUITO ENGRAÇADA HAHAHA LOL SE EU FOR TER FILHOS UM DIA, ELES SERÃO QUE NEM ELA1!1!1 Vamos fazer um blog?

– MANO, ELA É ENGRAÇADA DEMAIS COMOFAS? LMAO EU NEM QUERO FILHOS, MAS SE OS SEUS FOREM LEGAIS ASSIM EU JURO NÃO MALTRATAR NENHUM DELES. Mas blog pra que?

– Sei la… A gente é genial demais pra limitar nossas idéias ao msn, né?

– Nisso eu vou concordar com você. Mas como vai chamar?

E nessa hora os dois tinham acabado de assistir dois videos da Pequena Estorvo, um deles era algum que <não faço a minima ideia, quer demais da minha memória> e o outro era ela pulando no estúdio, o microfone cai e ela pergunta “pode por na bunda?” e a diretora, meio Tia da Creche feelings, responde “… Pooode, Maisa”.

– Ah, Shiko, vamos colocar de <nome do 1º video que eu esqueci qual é a parte engraçada>. A Maisa vai ser nossa musa inspiradora.

(Notem que ai está o porque do blog ser essa beleza, olhem quem inspirou o nome.)

O blog, inicialmente, era no blogspot.com porque a gente não conhecia o WordPress. Leave us alone, ok? Mas o nome que nós queríamos já existia, dai eu voltei no msn e:

– Shiko, algum babaca já roubou nosso nome.

– Então faz outro, ué. Vai ficar ai chorando? Larga de ser babaca.

(Juro que ele fala assim comigo desde o 1º dia de amizade até hoje.)

– Tá, seu grosso. Pode ser “podepornabunda?”?

– Pode, minha filha. Só faz essa porcaria logo.

Dai eu fiz… Só que eu fiz na minha conta de email. Porque eu sou bem assim: inteligente. Dai voltei pro msn…

– Shiko… Errei numa coisinha…

– Ai meu deus do céu, Isadora Moraes da Costa.

– Fiz o blog no meu email 😦

– E agora o nome que a gente quer está registrado na SUA conta, né?

– Por ai…

– Tenta transferir essa porcaria. Não dá? Ou coloca o email como co-autor, sei la, whatever.

*10 minutos depois*

– Criei o blog!1!1!11!

– Cadê o link? *-*

http://www.podipornabunda.blogspot.com

– … “podi”? Sério mesmo? Wtf is wrong with you, Isadora?

– EU NÃO CONSEGUI TRANSFERIR OU COLOCAR OUTRO AUTOR OU SEI LA E EU SÓ QUERO CRIAR O BLOG DAI EU COLOQUEI “PODI” E AGORA TODO MUNDO VAI ACHAR QUE A GENTE É BURRO 😦

– Bom… É. Mas pelo menos eu posso colocar a culpa em você, afinal parece que você fuma maconha desde os 2 anos de idade.

E… That’s it. O blog não é “Podi por na bunda?” porque eu era rebelde e queria chocar a sociedade com erros gramaticais, ou por uma sacada cult genial e misteriosa que só pessoas inteligentes entendem. Eu, simplesmente, sou mentalmente capenga.

E, segundo minha memória de 3 anos atrás, a conversa com o Shiko foi bem assim mesmo, ok?

E “capenga” é uma palavra muito legal de se usar. Eu sempre imagino um ex-vizinho, que tinha quebrado a bacia, andando por ai com a sua bengala… Capengando pelo condomínio.

E não, eu não fumo maconha. Perdi as contas de quantas vezes as pessoas disseram “aham, claro, nem eu, Isa.”, mas dai o problema é seu, se você é incapacitado de entender toda minha genialidade por trás das minhas ~trapalhadas~. (as vezes eu falo igual ao Renato Aragão, e você que é cool demais pra isso?).

E um grande abs pro Shiko, esse lindo, que na época passava mais de 10 horas no msn comigo. É, eu sei. “10 horas na internet, Isadora? Você ta louca? Quer morrer? Ta brincando com a morte? Sua mãe está decepcionada.”

3 Comentários

Arquivado em Domingando, ME AMEM, Wait... What?